Informação sobre a ocupação israelita, a resistência palestiniana e a solidariedade internacional *** email: comitepalestina@bdsportugal.org
02
Jun 12
publicado por samizdat, às 13:05link do post | comentar

Repugnante, imundo, não temos palavras para qualificar a atitude dos organismos das Nações Unidas que preferem oferecer a Israel e não aos palestinianos contratos para a reconstrução do que Israel destruiu durante a operação "Chumbo derretido".

Destruam, destruam! Mantenham o bloqueio! Não só não serão castigados, como ainda por cima isso trar-vos-á dinheiro. Eis a mensagem que a UNICEF acaba de lançar a Israel ao propor-lhe, em vez de o fazer aos palestinianos, dois contratos bastante lucrativos.

O sindicato dos empresários palestinianos apela ao boicote da UNICEF, cujo representante, Jean Gough, confiou a Israel a instalação de uma unidade de dessalinização da água em Gaza, onde a água se tornou imprópria para consumo por causa de Israel.

A UNICEF, que pouco se importa com a saúde das crianças, não é, sabe perfeitamente que as obras de reconstrução na faixa de Gaza são impedidas por Israel, que recusa desde há 3 anos o fornecimento para Gaza da maioria dos materiais de construção.

Os bombardeamentos israelitas durantes as 3 semanas do inverno 2008-2009 levaram à destruição de mais de 3.500 casas, assim como de edifícios industriais e infraestruturas de saúde, água e electricidade.

E o bloqueio de Gaza levou ao encerramento de milhares de empresas na faixa de Gaza.

 

Que a UNICEF tenha vergonha!
Que aqueles que se calam tenham vergonha!

 

Traduzido de CAPJPO-EuroPalestine, 29.5.2012


mais sobre mim
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO