Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SOLIDARIEDADE COM A PALESTINA

Informação sobre a ocupação israelita, a resistência palestiniana e a solidariedade internacional *** email: comitepalestina@bdsportugal.org

SOLIDARIEDADE COM A PALESTINA

Informação sobre a ocupação israelita, a resistência palestiniana e a solidariedade internacional *** email: comitepalestina@bdsportugal.org

Iolanda, não branqueis o genocídio israelita, boicota a Eurovisão!

imagem2.png


Embora seja de louvar a afirmação destas vontades, elas não passarão de palavras inconsequentes enquanto não forem seguidas do boicote. Ao participarem num festival ao lado do Estado de apartheid Israelita, enquanto este comete um genocídio (transmitido em direto) contra 2,3 milhões de palestinianos em Gaza, os concorrentes estarão a normalizar e a ser cúmplices do branqueamento deste enorme crime contra a humanidade.
 
Iolanda, podes tomar uma posição histórica em favor da humanidade ao recusares que a tua arte seja usada para branquear o genocídio israelita. Apelamos a que oiças o apelo palestiniano de boicote à Eurovisão. Isso sim, mais do que palavras, ajudará a quebrar o silêncio e a impunidade destes crimes. SEREMOS MUITOS A APOIAR-TE!

 

 

COMUNICADO DE IMPRENSA

O músico Sérgio Godinho, o radialista Nuno Calado e o artista Bordalo II estão entre os artistas, associações e trabalhadores da cultura que apelaram hoje ao boicote do Festival da Eurovisão - a ter lugar a 11 de maio na Suécia - caso Israel participe no evento.

Numa carta dirigida à RTP, responsável pelo concurso em Portugal, os subscritores - onde se incluem os músicos Benjamim (que integrou o júri das semifinais do Festival da Canção) e Cristina Clara (uma das finalistas da presente edição do Festival da Canção) - pedem à emissora pública que exija, da European Broadcasting Union (EBU), entidade organizadora do Festival da Eurovisão, a proibição da “participação de Israel no evento até que Israel respeite o direito internacional, ou que, em caso de recusa [da EBU], boicote o Festival.”

Entre os subscritores contam-se personalidades dos mais diversos campos artísticos, como os cineastas Sérgio Tréfaut, Cláudia Varejão e Catarina Vasconcelos, o criador de moda Nuno baltazar, o humorista Diogo Faro, e também a editora Cafetra ou a Associação A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria, do realizador Tiago Pereira.

Esta iniciativa, promovida pelo Comité de Solidariedade com a Palestina, surge em resposta ao apelo palestiniano para o boicote à Eurovisão. Pela Europa fora os protestos contra a participação de Israel têm aumentado. Mais de 1400 artistas da Finlândia exigiram a exclusão de Israel enquanto que a Islândia pôs em causa a sua participação no Festival. Mais de mil artistas suecos, país anfitrião do Festival em 2024, denunciaram a hipocrisia do Festival por deixar Israel participar. 

A carta aberta agora divulgada, assinada também pelas atrizes Carla Bolito e São José Lapa e pelos atores João Grosso e Miguel Nunes, aponta “para a hipocrisia da EBU, que baniu a Rússia no dia seguinte à sua invasão e ocupação da Ucrânia, mas que insiste na participação de Israel apesar da sua ocupação da Palestina e opressão do povo palestiniano que dura há mais de meio século.”

A declaração vem numa altura em que Israel tem acelerado os massacres contra o povo palestiniano, cometidos com total impunidade e com o apoio dos governos europeus. O Tribunal Penal Internacional advertiu recentemente estarmos perante um “plausível” crime de genocício por parte de Israel contra o povo palestiniano em Gaza. Os signatários pretendem, conforme escrevem, quebrar “o silêncio que impregna a maioria das instituições culturais do país em relação ao genocídio em curso do Estado de Israel contra a população palestiniana.”

Como parte do seu genocídio cultural, “Israel matou artistas, escritores e poetas, destruiu ou danificou um património histórico singular, como a mesquita de al-Omari do século XIV, a igreja de São Porfírio, a terceira mais antiga do mundo, o Museum Nacional de Gaza com mais de 3.000 antiguidades raras, assim como centros culturais, teatros e bibliotecas,” destacam os assinantes. 
 
A carta, subscrita ainda pelo músico Tó Trips e pela coreógrafa Carlota Lagido, entre outros, conclui com um convite a que “pessoas, associações e outros colectivos do sector artístico e cultural português” se juntem e assinem a mesma, ”comprometendo-se a recusar colaborações com instituições culturais cúmplices israelitas ou a atuar em Israel, e apoiando a luta pela justiça e autodeterminação do povo palestiniano, reconhecendo que é o seu próprio direito à existência que está a ser negado por Israel.” 
 
 
CARTA ABERTA DE ARTISTAS
PARA QUE ISRAEL SEJA BANIDO DO FESTIVAL DA EUROVISÃO 2024
 
Nós, trabalhadores da arte em Portugal, apelamos à RTP que exija à European Broadcasting Union (EBU), entidade organizadora do Festival da Eurovisão, que proíba a participação de Israel no evento até que Israel respeite o direito internacional, ou que, em caso de recusa, boicote o Festival.
 
Unimos as nossas vozes nesta carta aberta para, em conjunto, quebrarmos o silêncio que impregna a maioria das instituições culturais do país em relação ao genocídio em curso do Estado de Israel contra a população palestiniana.
 
Apontamos para a hipocrisia da EBU, que baniu a Rússia no dia seguinte à sua invasão e ocupação da Ucrânia, mas que insiste na participação de Israel apesar da sua ocupação da Palestina e opressão do povo palestiniano que dura há mais de meio século.
 
O Tribunal Penal Internacional advertiu para um “plausível” genocídio de Israel contra o povo palestiniano em Gaza, que até agora sofreu mais de 30.000 mortes, das quais pelo menos 12.300 são crianças. Os crimes de guerra perpetrados por Israel incluem o ataque intencional a instalações civis, como escolas, universidades e hospitais, a recusa de ajuda humanitária e o uso deliberado e ilegal de armas explosivas e fósforo branco contra civis. 
 
Como parte do seu genocídio cultural, Israel matou artistas, escritores e poetas, destruiu ou danificou um património histórico singular, como a mesquita de al-Omari do século 14, a igreja de São Porfírio, a terceira mais antiga do mundo, o Museum Nacional de Gaza com mais de 3.000 antiguidades raras, assim como centros culturais, teatros e bibliotecas.
 
A somar a estes, a deslocação forçada, o corte de água, alimentos e combustível e o emprego da “fome como arma de guerra”, de acordo com a Oxfam.  Este é um genocídio a ser divulgado em live stream nas redes sociais. Ninguém poderá um dia dizer “eu não sabia”.
 
Reconhecemos que o massacre em curso é apenas a última etapa de uma estratégia mais vasta de limpeza étnica, promovida pelas políticas sionistas e desenvolvida ao longo de 75 anos de ocupação colonial, que priva o povo palestiniano dos seus direitos, sob um regime de apartheid, reconhecido pela Amnistia Internacional, com violações repetidas e impunes do direito internacional e das resoluções da ONU.
 
A emissora estatal israelita KAN publicou recentemente um vídeo arrepiante e genocida de crianças israelitas a cantar: "Vamos aniquilá-los todos [palestinianos de Gaza]". Só este facto já deveria ter justificado a expulsão de Kan da Eurovisão. A emissora continua a ignorar a decisão do Tribunal Penal Internacional para que Israel termine o incitamento genocida contra o povo palestiniano.
 
Respondendo ao apelo palestiniano e seguindo o exemplo de centenas de artistas da Finlândia, Islândia, Itália e outros países, parte de uma crescente onda de indignação e de protesto, apelamos à RTP para que pressione de imediato a EBU a excluir Israel do Festival Eurovisão ou, em caso de recusa, que boicote o Festival.
 
Convidamos pessoas, associações e outros colectivos do sector artístico e cultural português a assinar esta carta connosco, comprometendo-se a recusar colaborações com instituições culturais cúmplices israelitas ou a actuar em Israel, e apoiando a luta pela justiça e autodeterminação do povo palestiniano, reconhecendo que é o seu próprio direito à existência que está a ser negado por Israel.
 
ASSINAM:
 
Adriana Dezotti — Escritora e atriz
Afonso Queiró — Cantor
Alaíde Costa — Produtora cultural
Alain Vachier — Produtor musical
Alexandra Balona — Curadora independente
Alice Baleine — Produção artística
Alice Ruiz — Atriz, cantora
Alípio Padilha — Fotógrafo
Ana Fernandes — Atriz
Ana Luísa Gomes — Realizadora
Ana Nicolau — Realizadora
Ana Trincão — Performer
André Albuquerque — Ator
André Canário — Ator
André Tecedeiro — Poeta
Ângela (XePizarro) — Cantora
António Dias — Consultor artístico
António José Gonzalez — Encenador, performer
António Pedro Braga (AP Braga) — Baladeiro
Aura — Artista
Be Dias — Performer
Beatriz Guerreiro — Atriz, encenadora
Benjamim — Músico
Bordalo II — Artista plástico
Bruno Alexandre — Coreógrafo
Bruno Ferreira — Realizador
Carla Bolito — Atriz
Carla Veríssimo — Escritora
Carlota Lagido — Bailarina, coreógrafa
Catarina Aidos — Projecto artístico-pedagógico
Catarina Amaral — Produtora
Catarina Florido — Tatuadora e artista visual
Catarina Laranjeiro — Realizadora
Catarina Sobral — Produtora cultural
Catarina Vasconcelos — Realizadora
Catherina — Artista multidisciplinar
Célia Teixeira — Cantora e atriz
Chullage — Músico
Clara Rio — Encenadora, marionetas
Cláudia Dias — Coreógrafa
Cláudia Varejão — Realizadora
Constança Ochoa — Cantora
Cristina Clara — Cantora
Cristina Sampaio — Cartunista
Cru Encarnação — Performer
Daniel Salvador — Realizador, artista visual
David Santos (Noiserv) — Cantor
Débora Pinho Mateus — Produtora e Programadora Cultural
Diana Costa e Silva — Atriz
Diana Niepce — Bailarina, coreógrafa
Diego Bragà — Cantora e compositora
Diogo Bento — Artista, fotógrafo, educador
Diogo Faro — Humorista
Diogo Pereira — Realizador e fotógrafo
Dulce Fernandes — Realizadora
Éme — Músico
Fabiana Injai — Bailarina
Fado Bicha — Banda
Fernando Júdice — Músico
Filipa Bossuet — Artista visual e performer
Filipa Francisco — Coreógrafa
Filipe Baptista — Artista transdisciplinar
Filipe Baracho — Bailarino
Francisca Mantas Pinto — Bailarina
Francisca Sousa — Artista plástica
Francisco Correia — Músico
Francisco Eduardo — Artista plástico
Francisco Lourenço — Artista plástico
Francisco Rebelo — Músico
Freddy Locks — Músico
Fulvio Capurso — Artista plástico
Gisela Casimiro — Escritora e artista
Graça Castanheira — Realizadora
Guadalupe Portelinha — Escritora
Helena Baronet — Atriz
Helena Silva — Violinista
Hélio Morais — Músico
Henrique Pereira — Designer de Interiores
Henrique Zamith — Músico
Heverton Harieno — Realizador
Hugo Lopes (Cobramor) — Escritor, tradutor, editor, intérprete
Inês Arisca — Artista mural, pintora
Inês Correia — Atriz
Inês Oliveira — Artista plástica
Irma Estopiña — Poeta
Isabel Mões — Atriz, encenadora, dramaturga
Jamila Camará — Atriz
Jo Castro — Artista transdisciplinar
Joana Alegre — Cantora
Joana Cardoso — Diretora de arte
Joana Craveiro — Encenadora, dramaturga, atriz
Joana Seixas — Atriz
Joana Villaverde Cabral — Artista plástica
João Baeta — Artista visual, curador
João Garcia (Iguana Garcia) — Músico
João Grosso — Ator
João Marcelo — Músico
João Morais (O Gajo) — Cantor
João Oliveira — Ator
João Pires de Campos (Flak) — Músico
João Vaz Silva — Produtor cultural
José Farinha — Fotógrafo
José Oliveira — Cineasta
José Vieira — Cineasta
Judite Canha Fernandes — Escritora
Júlia Reis — Música
Leonardo Bindilatti — Músico
Leonardo Garibaldi — Ator, encenador
Leonor Oliveira — Atriz
Lia Rodrigues — Artivista, curadora
Lourenço Crespo — Músico
Luca Argel — Cantor
Luciana Fina — Realizadora
Luís Aniceto — Fotógrafo
Luís Octávio Costa (Kitato) — Fotógrafo
Luís Severo — Cantor
Luísa Fidalgo — Criadora a atriz
Luísa Ortigoso — Atriz
Madalena Saudade e Silva — Produtora
Makoto Yagyu — Músico e produtor musical
Manuel Maria Carvalho Aguiar — Ator amador
Margarida Viamonte — Atriz
Margaux Dauby — Realizadora
Maria Reis — Música
Mariana Pita — Música
Marta Fonseca — Guitarrista
Marta Nunes — Ilustradora
Martim Pedroso — Ator, encenador e professor
Marum — Músico e DJ
Maurícia Neves — artista, coreógrafa, performer
Máximo — Músico
Miguel Abras — Músico
Miguel Angelo Ribeiro da Cruz — Ator
Miguel Canaverde — Artista visual
Miguel Carriço — Fotógrafo
Miguel Flor — Artista
Miguel Nunes — Ator
Moxila — Músico
Mrika Sefa — Pianista
Nadja Firmino — Artista
Nicholas MacNair — Compositor
Nuno Alexandre Ferreira — Artista plástico
Nuno Baltasar — Criador de moda
Nuno Calado — Radialista
Nuno Castro Paiva — Arquitecto
Nuno Coelho — Artista
Nuno Saraiva — Cartunista
Nuno Teixeira — Ator
Nuno Viegas — Artista plástico
Odete — Artista
Patrícia Andrade — Atriz
Patrícia Paixão — Atriz, criadora, produtora
Pedro Afonso — Músico
Pedro Boleo — Músico
Pedro Isidro — Agente
Pedro Jóia — Músico
Pedro Silva Sena — Escritor
Pietro Romano — Dramaturgo
Rafael Rasquinho — Marceneiro
Raquel Bravo — Produtora Cultural
Raquel Freire — Realizadora, escritora
Raquel Palmira Lima — Poetisa
Rebecca Mateus — Performer, bailarina
Ricardo Jacinto — Músico, artista plástico
Ricardo Raposo — Ator
Rita Andrade — Pintora
Rita Burmester — Fotógrafa
Rita Carolina Silva — Artista
Rita Pereira (Rita Maomenos) — DJ, produtora
Rita Redshoes — Cantora
Rogério Oliveira (Boémia ) — Cantor
Ruben Zakoyan (Razallax) — Artista multidisciplinar
Rui Xavier Costa — Produtor musical
Sallim — Músico
São José Lapa — Atriz, encenadora
Sara Gonçalves — Atriz, encenadora
Sasha Li — Performer
Scúru Fitchádu — Músico
Sérgio Duarte — Humorista
Sérgio Filipe Silva — Videógrafo
Sérgio Godinho — Músico, cantor
Sérgio Machado Letria — Produtor, diretor da Fundação José Saramago
Sérgio Tréfaut — Realizador
Sílvio Ren — Músico
Simone Roberto — Ilustradora
Sofia Aparício — Atriz
Soraia Simões de Andrade — Escritora e investigadora
Susana Chiocca — Artista
Susana Domingos Gaspar — Bailarina, coreógrafa
Susana Travassos — Cantora
Tamara Alves — Artista visual
Teresa Mello Sampayo — Atriz
Thomas Attar Bellier — Produtor musical
Tiago Azevedo e Silva — Músico, diretor artístico do Porto Cello Festival
Tiago Figueiredo — Fotógrafo, realizador
Tiago Mota — Cantor
Tiago Pereira — Realizador (A música portuguesa a gostar dela própria)
Tiago Sousa — Músico
Tino Flores — Cantautor
Tó Trips — Músico
Tomás Seatra (Tamales) — Cantautor
Vanessa Spencer — Artista musical, performer
Wasted Rita (Rita Gomes) — Artista
Xana Novais — Performer
Yonel Serrano — Bailarino
Acção Cooperativista — Apoio a profissionais da cultura
A Música Portuguesa a gostar dela própria — Associação
Cafetra — Editora de música
Maio Maio Edições — Editora
 
 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2010
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2009
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D
  209. 2008
  210. J
  211. F
  212. M
  213. A
  214. M
  215. J
  216. J
  217. A
  218. S
  219. O
  220. N
  221. D
  222. 2007
  223. J
  224. F
  225. M
  226. A
  227. M
  228. J
  229. J
  230. A
  231. S
  232. O
  233. N
  234. D