Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SOLIDARIEDADE COM A PALESTINA

Informação sobre a ocupação israelita, a resistência palestiniana e a solidariedade internacional *** email: comitepalestina@bdsportugal.org

SOLIDARIEDADE COM A PALESTINA

Informação sobre a ocupação israelita, a resistência palestiniana e a solidariedade internacional *** email: comitepalestina@bdsportugal.org

Uma empresa israelita recruta mercenários para Kadhafi, segundo um site israelita

O site em língua hebraica Inyan Merkazi indica que uma empresa israelita procede actualmente ao recrutamento em vários países africanos por conta do coronel Kadhafi.

O artigo de Inyan Merkazi, traduzido pela agência de imprensa palestiana Ma'an precisa que a empresa, cujo nome não é divulgado, é dirigida por oficiais na reforma do exército israelita.

O site, que diz ter informações de fontes egípcias, indica também que o primeiro dirigente da empresa encontrou-se recentemente com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, o ministro da Defesa, Ehud Barack, e o chefe dos serviços secretos, Aviv Cokhavi, e que esses oficiais israelitas aprovaram todos o recrutamento por esta empresa de mercenários para apoiar Kadhafi.

A violenta repressão do dirigente líbio fez pelo menos 1000 mortos líbios segundo os grupos de defesa dos direitos humanos (6.000 segundo a Liga líbia dos direitos humanos, em 3 de Março).

Segundo os autores, os oficiais israelitas aprovaram o recrutamento devido aos seus receios de que se Kadhafi for derrubado ele seja substituído por um “regime islâmico extremista”.

Durante as suas quatro décadas de poder à cabeça deste Estado da África do Norte, Kadhafi mostrou-se como um dos mais virulentos críticos dos israelitas.

Os representantes da empresa estiveram recentemente no Chade para discutir com um oficial de alta patente dos serviços secretos líbios, Abduallah Sanussi, segundo o artigo. Nessa entrevista, Sanussi deu o seu acordo para pagar a empresa para que ela recrute até 50.000 mercenários nos países de África, ainda segundo este site.

(tradução da notícia de Ma’an por info-Palestine.net)

 

Fonte: CAPJPO-EuroPalestine, 4 de Março de 2011

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D